Terça-Feira, 06 de Fevereiro de 2018, 23h:07

Tamanho do texto A - A+

Suspeitos de furto em bancos na Paraíba são presos pela Polícia Civil

Redação

 

Dois homens acusados de furtarem um banco no Estado da Paraíba foram presos pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Várzea Grande, da Polícia Judiciária Civil. A prisão de Douglas Alexandre Lima Rodrigues, 30 anos, e Herlysson David Marques Nascimento, 27 anos, ocorreu na semana passada, após os policiais receberem informações sobre os dois assaltantes, que estariam desembarcando no Aeroporto Marechal Rondon, em um vôo vindo de Recife.

 

Ambos foram autuados por receptação. Herlysson foi solto em audiência de custódia e Douglas mantido preso.  Imagens encontradas com os suspeitos mostram dos dois na cena do furto ao banco da Paraíba, juntamente com outros comparsas em meio grande quantia de dinheiro subtraído.

 

Também foram encontrados áudios de conversas entre o grupo criminoso sobre o furto praticado no final de janeiro, no interior do Estado da Paraíba, próxima a Campinha Grande. “Temos informações que neste final de semana dois criminosos de Cuiabá foram presos no Rio Grande do Norte, na mesma modalidade de crime. Um dos suspeitos estava com tornozeleira eletrônica”, disse o delegado da Derf, Marcel Gomes de Oliveira

 

Diante da informação da Inteligência da Polícia Civil da Paraíba, uma equipe da Delegacia foi até o aeroporto e passou a analisar imagens do circuito interno de câmeras dos desembarques de passageiros oriundos da localidade, até que reconheceram dois homens conhecidos da Delegacia pela prática de crimes de roubos e furtos.

 

Os dois suspeitos passaram a ser monitorados, sendo ambos presos no bairro Jardim Araçá, em Cuiabá. No momento que Douglas foi abordado, seu comparsa Herlysson David correu para dentro da residência, segurando algo na cintura. Os policiais entraram na quitinete efetuando sua prisão. Ao ser questionado, sobre o que segurava, disse que sua bermuda estava caindo.

 

Em buscas no interior do imóvel, os policiais apreenderam duas televisões, 3 chaves de veículos, que não foi informado a procedência, um rádio comunicador, equipamentos usados no arrombamento de bancos (maquita e furadeira).

 

O delegado Marcel Gomes informou que os presos têm várias passagens, sendo cada um sete passagens por furtos praticados em estabelecimentos comerciais de Várzea Grande.

 

 

A PJC também está no Facebook, Flickr e Instagram. Siga-nos!