Quarta-Feira, 14 de Fevereiro de 2018, 02h:31

Tamanho do texto A - A+

Jogador é obrigado a encerrar a carreira por lesão no crânio após choque de cabeça

Meia se machucou em lance feio há pouco mais de um ano

Redação

A carreira do meia Ryan Mason, de 26 anos, se encerrou prematuramente por conta de uma grave lesão na cabeça. Nesta terça-feira, o Hull City, clube pelo qual o jogador atuava, publicou uma nota oficial confirmando sua aposentadoria.

Em jogo contra o Chelsea no ano passado, pela primeira divisão inglesa, o meio-campista disputou uma bola no alto com o zagueiro Gary Cahill e o choque de cabeças entre os dois foi extremamente forte, causando desespero nos jogadores que estavam por perto.

Os dois caíram sentindo muitas dores e Mason acabou sendo diagnosticado com uma fratura no crânio. No hospital, o jogador ainda teve uma hemorragia no cérebro constatada. Após consultados com diversos neurologistas, o atleta foi aconselhado a pendurar as chuteiras.

Em sua carreira abreviada, Ryan Mason foi revelado pelo Tottenham e passou por clubes menores como Millwall, Swindon Town e retornou à Premier League pelo Hull City. Pela seleção inglesa, o meia fez uma partida.