Quinta-Feira, 23 de Março de 2017, 08h:58

Tamanho do texto A - A+

GAFE NO STJ: Ministro diz que juíza Selma atua em Campo Grande

A eterna confusão entre Mato Grosso e Mato Grosso do Sul chegou às mais altas cortes do Poder Judiciário. O ministro Rogério Schietti Cruz, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), por exemplo, afirmou, em um de seus votos, que a juíza Selma Arruda, da Vara Contra o Crime Organizado de Cuiabá, na verdade, atuaria em Campo Grande, a Capital do vizinho Estado.

 

A gafe do ministro ocorreu no julgamento que negou a suspeição de Selma na condução da ação penal derivada da 1ª fase da Operação Sodoma. O habeas corpus, impetrado pela defesa do ex-governador Silval Barbosa (PMDB), foi votado no último dia 9.

 

Não é a primeira fez que personalidades importantes trocam os nomes das cidades e, até mesmo, o Estado.  A gafe já foi cometida, por exemplo, pelo atual presidente Michel Temer (PMDB). É comum ver o erro também em jornais nacionais.

 

Com informação do site MidiaNews