Sexta, 20 de julho de 1-13, 00h44
SEM VIRADA
Vasco empata com o São Paulo em São Januário e perde chance de entrar para o G7


Redação

 

 O Vasco perdeu a oportunidade de ultrapassar o Flamengo e entrar no G-7 nessa rodada. Atuando em São Januário, o Cruzmaltino empatou com o São Paulo em 1 a 1 e perdeu a chance de aproveitar o tropeço do maior rival, mas se manteve invicto, agora com dez jogos sem perder. 

 

O Vasco começou melhor, dominando o jogo e levando perigo em algumas bolas alçadas na área. A melhor oportunidade veio aos 32 minutos com Nenê, o meia cobrou uma falta frontal com muito perigo. Aos 39 minutos, Marcos Guilherme roubou bola de Jean, carregou, encheu o pé. O São Paulo abriu o placar em São Januário.

 

No segundo tempo, o  Vasco voltou pressionando muito o São Paulo, insistindo nas bolas aéreas. Aos 24 minutos, depois de um lateral longo para a área, Caio Monteiro encheu o pé e obrigou Sidão a fazer boa defesa. Logo depois, aos 30 minutos, Ríos chutou da entrada da área, a bola bateu em Rodrigo Caio e ficou açucarada para Caio Monteiro, que bateu na saída de Sidão e dessa vez não perdoou. Éder Militão acabou sendo expulso aos 38, apesar da pressão, o Vasco não conseguiu a virada. 

 

O Vasco foi aos 49 pontos com o empate e agora enfrenta o Atlético-MG, em São Januário, na próxima quarta-feira, às 21h 45. 

 

O JOGO

 

A partida começou morna, com muitos jogadores no meio de campo, excesso de marcação e pouca criatividade dos dois lados. O Vasco tomava a iniciativa, mas parava na defesa do São Paulo, bem posicionada e que não dava qualquer espaço quando o time adversário chegava ao ataque. Tanto que a melhor chance dos cariocas veio numa cobrança de falta de Nenê, para fora.

 

 

Mas, depois desse susto, o São Paulo teve duas boas chances e em uma delas conseguiu marcar. A primeira oportunidade veio com Maicosuel, que recebeu no lado esquerdo e, diante do seu marcador, mandou no canto, para fora, com perigo. Pouco depois, Marcos Guilherme roubou a bola na entrada da área e mandou um chute forte, marcando um golaço.

 

No segundo tempo, o Vasco apertou um pouco mais e o técnico Zé Ricardo tratou de colocar alguns garotos em campo, como Evander e pouco depois Caio Monteiro. Foi o próprio Evander que teve boa chance ao bater uma falta com pouco ângulo, da esquerda, e a bola passou perto do gol do Sidão.

 

O São Paulo continuava atento na marcação, mas não conseguia acertar os passes na frente para poder usar o contra-ataque como arma. Pratto estava muito isolado e os meio-campistas, sem inspiração, pouco ajudavam na criação. Com isso e a vitória parcial, os tricolores se desdobravam na marcação para evitar a chegada dos cariocas.

 

Aos 24, a bola sobrou para Caio Monteiro, que chutou no canto e Sidão fez ótima defesa, evitando o empate. Pouco depois, o garoto aproveitou o rebote em um chute de Ríos e, na frente de Sidão, mandou para o gol, deixando tudo igual em São Januário.

 

A partir daí, o duelo ficou aberto. O Vasco manteve o ímpeto e o São Paulo se arriscou mais e quase fez o segundo em uma cabeçada de Rodrigo Caio, que passou perto. Só que na sequência Militão acertou o pé no peito de Henrique e foi expulso na hora. Com isso, o técnico Dorival Junior fechou o time e conseguiu segurar o empate.

 

Após este confronto, o São Paulo voltará a campo pelo Brasileirão na quarta-feira, quando terá pela frente o Grêmio, às 19h30, em Porto Alegre, enquanto o Vasco atuará no mesmo dia diante do Atlético-MG, às 21h45, novamente em São Januário.

 

FICHA TÉCNICA

​VASCO 1 X 1 SÃO PAULO

 

Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden - RS (CBF)

Assistentes: Jose Eduardo Calza e Mauricio Coelho Silva Penna (ambos do RS)

Público e renda: 16.439 pagantes / R$ 519.815,00

Cartões amarelos: Arboleda, Edimar (SPO); Henrique (VAS)

Cartão vermelho: Militão, aos 38'/2ºT

Gols: Marcos Guilherme, aos 39'/1ºT (0-1); Caio Monteiro, aos 30'/2ºT (1-1)

 

VASCO: Gabriel Félix, Madson, Rafael Marques, Paulão e Henrique; Jean (Wagner, aos 28'/2ºT), Gilberto (Evander, no intervalo), Yago Pikachu (Caio Monteiro, aos 18'/2ºT) e Nenê; Paulinho e Andrés Ríos. Técnico: Zé Ricardo

 

SÃO PAULO: Sidão, Militão, Arboleda, Rodrigo Caio e Edimar; Jucilei, Petros, Hernanes e Maicosuel (Lucas Fernandes, aos 20'/2ºT); Marcos Guilherme (Aderllan, aos 40'/2ºT) e Pratto (Gilberto, aos 29'/2ºT). Técnico: Dorival Júnior


Fonte: Página Única
Visite o website: http://www.paginaunica.com.br