Sábado, 20 de julho de 2-06, 16h05
Vice desmente “rumores” que está deixando a Sema por estar “rompendo” com o governador


Redação

 

O vice-governador e atual Secretário Estadual de Meio Ambiente, Carlos Fávaro (PSD), negou os rumores de que deixará a Sema, no próximo dia 15, para se dedicar a um projeto de pré-candidatura ao governo, nas eleições de 2018. Ele rebateu as especulações de que estaria deixando a pasta e ensaiando um afastamento do governador Pedro Taques (PSDB), com o objetivo de ampliar a discussão de uma candidatura com  membros de outras legendas..

"Não existe nada disso. É um ciclo que se encerra, mas não é por isso que estou saindo da Sema", concluiu o vice-governador.
De concreto, Carlos Fávaro anunciou investimento de mais de R$ 3 milhões nos parques urbanos de Cuiabá, incluindo a criação de um Jardim Botânico. "Na realidade fui para a Sema para cumprir uma missão, não tinha nenhuma intenção de assumir nenhuma secretaria, já havia combinado isso com o governador. Mas diante da decisão judicial que proibiu membros do Ministério Público assumir cargos públicos mesmo afastados, aceitei o pedido do governado de reestruturar a Sema", esclareceu.

De acordo com Fávaro, ele fez um acordo inicial com o governador de ficar na Sema, por um período de 90 dias, mas devido as demandas, o prazo se estendeu para mais de 20 meses.

"Na verdade quando iniciei esse trabalho na Sema seria para fazer um diagnóstico da pasta por um tempo de 90 dias e logo entregaria a secretaria, mas foi necessário um tempo maior que chegou aos 20 meses", disse.

Carlos Fávaro se prepara para uma coletiva à Imprensa, no próximo dia 18, quando fará um balanço da sua permanência na Sema. No entanto, ele adiantou que a secretaria está menos burocrática, cumprindo seu principal papel que é a preservação ambiental. "Tivemos a oportunidade criar e manter diversas unidades de conservações ambientais urbanas para a sociedade mato-grossense", afirmou.



Fonte: Página Única
Visite o website: http://www.paginaunica.com.br