Domingo, 20 de agosto de 6-12, 02h47
APÓS 4 ANOS JUNTO COM TAQUES, ELES SE AFASTAM
DESENTOCOU: Mauro Mendes, após muitas idas e vindas assume candidatura a governador; Jayme disputa o Senado


Redação

O ex-prefeito Mauro Mendes, finalmente decidiu que será candidato a governador nestas eleições. O anuncio surgiu após reunião da cúpula do Dem na noite desta segunda-feira (11), quando os membros da direção estadual da legenda e Mauro “bateram o martelo” de que ele é o candidato da sigla para disputar o comando do Palácio Pàiaguás.  

Jayme Campos, principal cacique do partido em Mato Grosso, vai disputar uma das duas vagas ao Senado. O Dem tentará  atrair para vice na chapa encabeçada por Mauro Mendes o ex-prefeito de Lucas do Rio Verde, Otaviano Pivetta, cotado para ser candidato a governador pelo PDT,

A notícia sobre o desfecho da decisão do Democratas deve ganhar as primeiras páginas dos jornais e sites da Capital, haja vista que já estava virando uma “novela” com muitos capítulos as discussões sobre se o Dem teria candidatura própria a governador. Esse “sai-não-sai” demorado, como era de se esperar, alimentou o jornalismo político e os “palpiteiros” de plantão.

A expectativa sobre definição de Mendes é de que ponha fim a muitas especulações  em função de um precedente em sua carreira política da época em que era pefeito de Cuiabá. Na ocasião, e às vésperas de assumir a reeleição, ele anunciou a desistência, deixando muita gente que acreditava em seu projeto “sem escada e com a broxa na mão”, como se diz. 

“A jogada de toalha” por parte de Mauro Mendes desestabilzou, naquela época, o seu então partido, o PSB, além de aliados que já haviam definido apoiá-lo para um novo mandato à frente da prefeitura cuiabana.

A chapa Mendes e Campos, além da pressão de setores do Dem, surge em decorrência de uma pesquisa interna encomendada pelo partido e na qual apontaria os dois com chances d vitória sobre os demais eventuais concorrentes filiados a outras legendas.
 
"O Democratas definiu dar início à construção das candidaturas majoritárias de Mauro Mendes e Jayme Campos. Vamos a partir de hoje buscar construir a viabilidade eleitoral, política, partidária e estrutural dessas candidaturas", disse o presidente estadual do DEM e deputado federal, Fábio Garcia.

O resultado imediato dessa decisão é que o DEM, a partir de agora, se afasta do governo Taques, que vinha cogitando da possibilidade de Mendes não assumir a candidatura, o que poderia garantir a presença de Jayme Campos no palanque do tucano na disputa pela reeleição. Mauro Mendes a Jayme Campos se afastam de Pedro Taques após o Dem ter permanecido durante quase quatro anos apoiando e ocupando cargos na gestão estadual.

Cúpula

Além de Mendes, Garcia e Jayme Campos, participaram da reunião o ex-governador Júlio Campos e os deputados estaduais Eduardo Botelho, Dilmar Dal’Bosco e Adriano Silva.

Disputa

As eleições para o Governo do Estado estão se configurando como uma das disputas mais renhidas da história política de Mato Grosso.

Dessa “briga” político-eleitoral, se não houver mudanças no cenário que está se desenhando, deverão participar cinco pré-candidatos: Mauro Mendes (DEM), Wellington Fagundes  (PR), Otaviano Pivetta (PDT), Procurador Mauro (Psol) e Pedro Taques (PSDB) que tentará a reeleição.


Fonte: Página Única
Visite o website: http://www.paginaunica.com.br